• Chris Corcino

Curso de Visual Merchandising – Onde estudar na Bahia?

O varejo é um dos setores da moda que mais cresce no Brasil. Nesse cenário, as profissões dentro do varejo de moda seguem em evidência e a de visual merchandising se destaca pelo seu importante papel para as marcas.

A atual configuração de consumo exige uma ‘nova’ profissão no mercado e um profissional com visão abrangente sobre marketing, comunicação visual, comportamento do consumidor além de técnicas específicas de visual merchandising. Conhecimentos específicos da profissão como cores, tendências de moda e comportamento, mudanças no mundo e coordenação de looks também são características fundamentais ao bom profissional.

Quando nos perguntam sobre o que é O Visual Merchandising, costumamos dizer de modo objetivo que trata-se de tudo o que está relacionado a experiência de compra vivida pelo cliente no ponto de venda. Mas, podemos acrescentar dizendo que compreender sobre os conceitos e benefícios do VM no varejo, nos revela a sua importância e valor para o sucesso de uma loja.

Podemos começar entendendo melhor a diferença entre as profissões de Vitrinista e de Visual Merchandiser. O primeiro cuida das vitrines definindo em qual ordem as peças são expostas, quais combinações de looks serão usados nos manequins, harmonia de cores etc. O segundo cuida das vitrines, identidade e comunicação visual, equipamentos, displays, música, iluminação, treinamentos e padronização do atendimento desenvolvendo pontos de contato entre o cliente e a marca por meio da experiência de compra.

Quando planejamos ou iniciamos uma nova profissão é natural nos sentirmos sem direcionamento além de cheio de dúvidas e perguntas como: onde eu posso fazer um Curso de Visual Merchandising? Vale a pena fazer o curso ou somente minha experiência no varejo será suficiente? Posso conseguir um trabalho na área? Custa caro?

A resposta é: para conseguir um trabalho na área é necessário conhecimento mínimo com técnicas de VM e não somente de varejo porque as intervenções e os desafios no dia a dia do trabalho serão melhor administrados com o conhecimento. Além disso, a sua remuneração no mercado também irá depender do seu grau de expertise e prática no setor.

Não há ainda no Brasil uma graduação universitária que forme especificamente em Visual Merchandising. A grande maioria dos profissionais são formados em Design de Moda ou outros setores e se especializam em cursos de extensão, pós ou cursos livres de Visual Merchandising.

É importante lembrar que, não é necessário ser formado em Moda para trabalhar como Visual Merchandiser. Diversos profissionais que atuam na área não possuem uma graduação, mas sim uma longa experiência no varejo que o permite desenvolver o trabalho. O que acaba acontecendo é que a empresa percebe o perfil desse profissional e o convida a fazer uma experiência como Visual Merchandiser. A partir daí o profissional busca uma capacitação/especialização nos diversos cursos disponíveis. Este é um dos caminhos mais comuns dos profissionais atualmente.

O segmento já é muito forte em outros países e no Brasil ele cresce gradativamente sobretudo nas datas especiais. Interessou? Se você quer aprender e trocar experiências com a gente teremos em breve mais uma turma do nosso curso livre de Visual Merchandising para a EBAM. Programe-se!

Onde: EBAM – Escola Baiana de Arte Moda e Gastronomia End: Rua Feira de Santana, 04 Rio Vermelho/Salvador-Bahia Data: 15 | 22 e 29 de Julho/2017 (Sábados) Saiba tudo sobre o curo pelo link: http://www.ebamcursos.com/turmas/362/visual-merchandising

Artigo publicado nos sites:

Mundo do Marketing 

Negócios em Foco

Data da publicação: 04/07